HAL 9000…

Uma bela discussão se (re)inicia!

Lamento não ter estado presente ao debate acerca das coisas da “rede”. Por razões outras estive impossibilitado. Logo eu que estava com a língua salivando… No entanto, vejo que aquela discussão iniciada pode ter continuidade aqui mesmo.

Os posts que me antecederam me chamaram a atenção para algo tão óbvio quanto o “homem” de Rubinho Lemos: a inexorabilidade do enfrentamento da máquina…por todos. Todos devem se armar (com ela, não contra), sabendo discernir, devendo escolher. Senão a escolha, o escolho.

Como a avó de Jô, considero o www uma invenção do capeta.  Viciei-me, assim como vejo viciados diversos de meus amigos, colegas, familiares…Crise de abstinência, uma dose de Substantivo na veia. Força faltando, um Balaio ou Grandes Pontos na testa…

Essa coisa se tornou uma necessidade vi(r)t(u)al de alcance tão grande sobre nossas mentes que nos faz ter ódios, construir paixões, encontrar amores, decepções, matar, morrer…. Quando eu falo de efeitos reais para causas virtuais, não estou brincando. Aqui, nesse ambiente abstrato e etéreo muita coisa está rolando, de boa, de ruim, de tudo, de nada.

Stanley Kubrick foi em cima quando fez “2001:Uma Odisseia no Espaço”: o computador pode tomar, mesmo, conta desta nave…

www.oteoremadafeira.blogspot.com

Advogado público e escritor/poeta. Membro da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras. [ Ver todos os artigos ]

Go to TOP