Hillary no país das maravilhas

“Como diria alice, mais e mais curiosíssimo! Primeiro, a “descoberta”, por Hillary Clinton, do poder da Guarda Revolucionária; segundo, ouvi-la advertir Ahmadinejad, Khamenei e o Parlamento contra a ditadura militar que quer suplantá-los e exortá-los a “recuperar a autoridade que deviam exercer em nome do povo”; terceiro, ela aparentar saudades de Khomeini, ao dizer que o Irã de hoje está “longe da República Islâmica que tinha eleições e diferentes pontos de vista dentro do círculo de líderes”.

aqui

ao topo