Iaperi Araújo na CBN

Participei agora há pouco de um programa jornalístico pela Rádio CBN. O entrevistado foi o artista plástico, poeta e médico Iaperi Araújo. Dele, para sintetizar a atual gestão da Fundação José Gugu: “Não falta verba; falta verbo!”.

Iaperi tem a experiência de ter sido secretário de cultura do município e gerido a própria Fundação José Augusto quando, à época e segundo ele, a única verba destinada à instituição eram os R$ 6 mil provenientes dos ingressos da Fortaleza dos Reis Magos. “Usei a criatividade”.

Perguntei se ele havia, realmente, sido convidado a presidir a Capitania das Artes na atual gestão, como foi divulgado pela mídia e dado como quase certo o seu nome, indicado da cota de José Agripino. Iaperi afirmou que sequer foi convidado. “Se fosse eu digo: eu queria”. E até teceu elogios comedidos à atual administração.

Participei agora há pouco de um programa jornalístico pela Rádio CBN. O entrevistado foi o artista plástico, poeta e médico Iaperi Araújo. Dele, para sintetizar a atual gestão da Fundação José Gugu: “Não falta verba; falta verbo!”.

Iaperi tem a experiência de ter sido secretário de cultura do município e gerido a própria Fundação José Augusto quando, à época e segundo ele, a única verba destinada à instituição eram os R$ 6 mil provenientes dos ingressos da Fortaleza dos Reis Magos. “Usei a criatividade”.

Perguntei se ele havia, realmente, sido convidado a presidir a Capitania das Artes na atual gestão, como foi divulgado pela mídia e dado como quase certo o seu nome, indicado da cota de José Agripino. Iaperi afirmou que sequer foi convidado. “Se fosse eu digo: eu queria”. E até teceu elogios comedidos à atual administração.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 3 =

ao topo