Iberê Camargo

Por Camila Alam
Carta Capital

“A vida e a obra do pintor gaúcho Iberê Camargo (1914-1994) são revistas de maneira analítica em Iberê Camargo: Origem e destino, de Vera Beatriz Siqueira. Dividido em quatro partes, o livro observa a obra do pintor desde a sua origem até o estabelecimento de um estilo próprio e sua relação com a forma. Para a autora, o momento em que Iberê começa a pintura de naturezas-mortas, especificamente de carretéis, é quando ele passa a contribuir como artista moderno, de maneira pessoal e original.

O exemplar se torna também interessante por reunir, ao final de cada capítulo, comentários analíticos sobre obras específicas, escritos por críticos de arte. As telas Núcleo (1963) e Ciclistas (1989) são comentadas por Ronaldo Brito, enquanto Fiada de Carretéis 2 (1961), por Paulo Sérgio Duarte. Fotografias do pintor organizando carretéis, pintando murais ou arrumando o ateliê completam a obra.

IBERÊ CAMARGO: ORIGEM E DESTINO
Vera Beatriz Siqueira
Cosacnaify, 112 págs., R$ 29

ao topo