Inércia cultural

A inércia da Fundação José Gugu é comprovada facilmente ao ler o Diário Oficial todos os dias. Desde 16 de dezembro que nada foi feito por lá. Nunca pensei que a administração pública tirasse férias. E com mais de um mês. Os funcionários, tudo bem. É legítimo. Em 40 dias, apenas uma publicação para conceder férias a funcionários. Outra, para adicionar gratificações. E uma republicação por erro. A última iniciativa cultural foi em 16 de dezembro, quando aprovou cinco projetos culturais e reprovou quatro. Quando voltarem aos trabalhos, avisem!

Comentários

Seja o primeiro a comentar
  1. Carlos Augusto [Floyd] 26 de janeiro de 2010 9:04

    José GUGU foi ótima…

    Mas falando sério agora, aquela bosta nunca prestou, serve apenas para corrupção.

  2. Marcílio Amorim 25 de janeiro de 2010 13:01

    A FJA faz vergonha a qualquer cidadão com alma de artista neste Estado! Tenho fé que o tempo vai passar e muita coisa vai mudar! Enquanto isso, estamos de olho! O problema lá é burocrático e administrativo mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo