Irã quer reislamizar escolas e universidades

estudanes

Estudantes: protesto na Universidade de Teerã.

“As ideias são mais perigosas que as armas. Foi o que reconheceu o “líder supremo” do Irã, aiatolá Ali Khamenei. “Nossa prioridade máxima atualmente é combater a guerra branda do inimigo”, ele declarou em um recente discurso. A persistência dos protestos que começaram depois das eleições de junho passado convenceu as autoridades iranianas de que são as ideias ocidentais – sua cultura, sua arte e sua música – que afastam os jovens dos valores da república islâmica. Para enfrentar essa invasão, lançaram uma ofensiva ideológica, que tem como um de seus pilares a reislamização do sistema educacional.”

aqui

Go to TOP