Israelenses e palestinos celebram escritores

Há momentos, nesta cidade dividida e cruel, em que céticos se tornam crentes. A noite de 6 de maio – os muros antigos acesos, o ar carregado de madressilva e jasmim – foi um desses momentos. Distintos autores estrangeiros e talentosos músicos locais se lançaram em uma celebração da literatura, música e companheirismo internacional.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. nina rizzi 21 de maio de 2010 16:26

    que coisa mais linda. não é exagero dizer que a palavra salva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo