Já deu, Zé!

Por Ronaldo Bressane

Querido Zé,

quem te escreve não é só um resenhista ranheta ou um fã que leu todos os teus livros. É também um escritor de uma geração que foi irrestritamente influenciada pela obra de Rubem Fonseca – em especial, teus mais que perfeitos contos.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo