Jarbas Martins

Hoje é o aniversário do poeta, colunista e comentarista do SP Jarbas Martins, a quem parabenizamos e desejamos longos e felizes anos de vida. Quem me lembrou da data foi a poetisa Anne Guimarães.

Comentários

Há 41 comentários para esta postagem
  1. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 10:21

    pluralista, abecedista e comunista até além desta vida.beijos e abraços para todos.

  2. Edjane Linhares 28 de junho de 2011 10:24

    Parabéns, Jarbas. Eu também lembrei. Tem um poema na fila para ser liberado que é dedicado a você. Um grande abraço.

  3. carlos de souza 28 de junho de 2011 10:46

    muitos anos de vida bardo jarbas. saudações alecrinenses.

  4. Carmen Vasconcelos 28 de junho de 2011 10:57

    Parabéns para você. Se não fosse pelo abecedista, estaria perfeito. Um abraço forte, Jarbas.

  5. João da Mata
    João da Mata 28 de junho de 2011 10:59

    Parabéns, amigo Jarbas

    Subo na Torre do Galo qual gajeiro
    Vejo não, ouço os sinos de Natal.
    É o poeta Jarbas que faz sessenta
    e: um a menos daquele Bacanal.

  6. gustavo de castro 28 de junho de 2011 11:22

    parabens pra vc é um mantra, logo é um poema.

  7. carito 28 de junho de 2011 11:25

    jarbas-te sésamo e a mágica da poesia / um aniversariante assim / é parabéns todo dia!

  8. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 11:29

    ABECEDISTA,Carmen.Além do Bem e do Mal.Abraços.

  9. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 11:34

    obrigado, meu bardo areiabranquense.mas você já reparou, Carlão, que todo alecrinense tem cara de arlequim.saia dessa, irmão.ABC é Alegria.

  10. Ednar Andrade
    Ednar Andrade 28 de junho de 2011 11:38

    Rsrsrs… Jarbas: meu coração é vermelho… Mas, isso não impede que more nele um abecedista, comunista, pluralista.

    Ser abecedista não é falta de virtude: é expressão da liberdade… Rsrs… Viva a liberdade!! Viva Jarbas Martins!!! Parabéns, poeta.

    És um valioso presente. É teu o aniversário, e nós que estamos de parabéns.

    Beijos, querido. Muita paz, saúde, muita poesia. E continue criticando: eu gosto. Eu assino… Rs…

  11. Danclads Andrade
    Danclads Andrade 28 de junho de 2011 11:43

    Vida longa, caro Jarbas, muita paz e poesia para ti. Saudações americanas.

  12. françois silvestre 28 de junho de 2011 11:49

    Parabéns, mestre Jarbas. Deixe as barbas marfins, da sugestão do outro poeta Lívio, crescerem. Que sejam elas brancas. Pra compensar a lição poética de Navarro: Roupas pretas cobrem meus pecados mortais/ Roupas brancas, nunca mais!

  13. Marcos Silva
    Marcos Silva 28 de junho de 2011 11:50

    Piada que corre: Jerry Adriani se apresentou num programa de tv junto com Cauby Peixoto, perguntaram ao primeira qual a sua idade e ele, sem graça, responde “36”. Fora do ar, Cauby lembrou a Jerry que ele tinha errado duplamente ao responder: primeiro, porque artista não tem idade; segundo porque 36 era a idade de Cauby.
    Jarbas tem 35.

  14. Carlos Gurgel 28 de junho de 2011 11:53

    longas vindas e idas! entre o feeling de uma sacação genial, e o tilt de um poeta imortal
    Cgurgel

  15. Nonato Gurgel 28 de junho de 2011 13:06

    Jarbas, poeta, parabéns pelo niver
    Como é mesmo aquele verso que abre o seu soneto de Novembro?

    abraço
    Nonato

  16. augusto lula 28 de junho de 2011 14:08

    Parabéns pelo seu desaniversário meu querido bardo de Angicos.

  17. Rilke Vieira 28 de junho de 2011 14:24

    parabéns ao trintão do dia – segundo Marcos – , apesar da pouca idade faz poesia de gente grande.

  18. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 15:13

    obrigado, Rilke, o boy da área.

  19. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 15:22

    desaniversário, é isso augusto lula. depois dos sessenta, a gente às vezes se desmorre. sensação boa…

  20. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 15:27

    Já acumulei tantos novembros, Nonato, que mal me lembro dos poemas que escrevi.Deve ser um que termina com o dístico:” Agora, que é novembro e me descubro,/ desfaço-me das das vestes de outubro”.Abraços, grande Nonato.

  21. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 15:33

    Meu coração é vermelho, mora no lado esquerdo do peito e pulsa no Frasqueirão, Ednar.E tem cadeira cativa pra poetas como você.Beijos.

  22. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 16:12

    Obrigado, Carlos Gurgel, flor inesperada e torcida de poesia.

  23. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 16:40

    Eu tenho 68 anos na certidão de batismo, e 35 na jovem arte de bem fingir.

  24. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 16:50

    Estou em plena arte do fingimento, François.Envelhecer é isso: finge-se tanto que o primeiro a nos levar a sério somos nós.Estou certo, como disse a Marcos Silva, que tenho 35 anos.Pouquinhos anos a mais que Cristo e Alexandre da Macedônia.

  25. Varela Cavalcanti 28 de junho de 2011 17:01

    Parabéns, poeta. Minhas reverencias.

  26. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 17:04

    Fico com teus sinceros votos, Danclads.Dispenso tuas saudações sacanas.De qualquer maneira, um abração.

  27. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 17:20

    tens razão, gustavo. nada mais mântrico.

  28. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 17:28

    Carito é o gênio da lâmpada de Dom Aladim.

  29. horácio oliveira 28 de junho de 2011 17:33

    Meu querido Jarbas,

    Não poderia passar em branco, brancas nuvens, e deixar de também te parabenizar. Como diz Lulaugusto, desaniversário. Mas o bom mesmo é o abecedista. Valeu, Jarbas.

  30. Anne Guimarâes 28 de junho de 2011 17:39

    Meu amigo, amado…
    Como é bom sorrir e sentir a tua poesia, de vida e de letras em alto e bom tom. Amo-te com todas as (im) possibilidades dos nossos sonhos comuns de sol e flor. Desejo que sejas imensamente feliz. Muita saúde e paz, alegrias com filhos, netos e amigos, sempre… E que venham inúmeros poemas, para encher de emoção os olhos que te admiram e te amam… sob esse azul que entra pelas janelas e se derrama no meio do mar das ilusões. Um beijo colorido, meu mestre!!
    🙂

  31. mario ivo 28 de junho de 2011 18:01

    : ainda é tempo de felicitar o poeta jarbas martins, seixo rolado, flor de cactus, punhal do pajeú.

  32. luiuz gonzaga cortez 28 de junho de 2011 19:17

    Parabéns, mister Jarbas.
    Gonzaga Cortez.

  33. Oreny Júnior 28 de junho de 2011 21:15

    parabens, jarbas
    flores de cactus pro seu sertão angicano
    abs

  34. Denise Araújo 28 de junho de 2011 21:52

    Jarbas, ainda bem que ainda em tempo…
    Feliz aniversário e que a data repita-se muitas e de graciosas vezes.
    Enviei post para Tácito hoje de manhã, mas pelo visto houve erro, pois entrei agora e não o vi.
    Beijos.
    Viva São Pedro e viva Jarbas!

  35. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 21:52

    obrigado, grande poeta.

  36. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 21:54

    obrigado, amigo Cortez

  37. Jarbas Martins 28 de junho de 2011 21:55

    Obrigado,cara Denise, beijos.

  38. Lívio Oliveira 28 de junho de 2011 21:58

    Caro mestre Jarbas, mando os parabéns aqui de Santiago. Sou-lhe grato por tudo. abs.

  39. Jarbas Martins 29 de junho de 2011 8:06

    Obrigado,grande poeta.

  40. Tânia Costa 29 de junho de 2011 21:47

    Jarbas querido!
    Só hoje acessei o SP. Mas a passagem do seu aniversário é para ser comemorada a semana inteira, quiçá todos os dias.
    Beijos meu muso!

  41. Jarbas Martins 30 de junho de 2011 12:18

    Obrigado, Tânia, minha musa.Beijos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo