Jean-Claude Carrière psicografa Buñuel

Entrevista com Jean-Claude Carrière

Nas derradeiras páginas de “Meu Último Suspiro”, autobiografia de Luis Buñuel (1901-83) [trad. André Telles, Cosac Naify, 376 págs., R$ 59], o cineasta entregava um sonho: queria, após sua morte, despertar a cada dez anos para ler jornais e atualizar-se das coisas do mundo antes de iniciar novo repouso de uma década.

aqui

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. gustavo de castro 27 de junho de 2011 9:43

    essa foto não é do umberto eco? acho q carriére é outro.

    • Tácito Costa 27 de junho de 2011 9:56

      Gustavo, chequei lá no link de onde copiei e tem lá nome de Carriére, o que não significa que não esteja errado. Mas, por via das dúvidas, substituí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo