Jornalista cobra reforma de colégio

Por Luiz Cláudio Penha

Tácito, sou jornalista profissional e atualmente estou residindo em Brasília. Estive em Touros/RN durante as festividades do padroeiro da cidade e fui informado da solicitação de alguns tourenses à governadora Wilma Faria, sobre uma possível reforma do grupo escolar Cel. Antônio Pereira do Lago. Como essa luta eu já venho encampando, também, há algum tempo, inclusive com artigos publicados em jornais de Natal, solicito, caso seja possível, tornar público esse compromisso por parte do governo estadual.

O Grupo Escolar Cel. Antônio Florêncio Pereira do Lago foi criado em dezembro de 1927, durante o governo de José Augusto Bezerra. O grupo funcionava atendendo aos primeiros anos do hoje ensino fundamental. Hoje o prédio encontra-se em ruínas e havia a perspectiva de, após reforma por parte do governo estadual, abrigar mais uma Casa de Cultura, dentro do projeto das Casas de Cultura da Fundação José Augusto.

Ocorre que, pelo seu valor histórico, arquitetônico e cultural, alguns filhos de Touros vêm se manifestando, há algum tempo, com relação à reforma do prédio. No dia primeiro de janeiro, durante a procissão do Bom Jesus dos Navegantes, padroeiro de Touros, a profa. aposentada Nizete Santos, e os ex-alunos do grupo escolar, Ângelo Neri e Maria Antônia Costa, questionaram a governadora sobre a situação do prédio. A professora Wilma Faria se comprometeu com a reforma, solicitando um prazo até março de 2010.

OBS: segue foto anexa do prédio.

Atenciosamente,

ao topo