Jornalista Ivan Lessa morre aos 77 anos em Londres

Ivan teve três livros publicados e foi editor de 'O Pasquim' - Reprodução

ESTADÃO

Ivan foi editor e um dos primeiros colaboradores de ‘O Pasquim’, famoso pela oposição feita ao governo da ditadura militar

São Paulo, 9 – O jornalista e escritor Ivan Lessa morreu na sexta-feira, aos 77 anos, em Londres, onde vivia desde 1978. A informação da morte foi confirmada pela BBC Brasil, onde ele tinha uma coluna publicada três vezes por semana.

A causa da morte ainda não é conhecida. Lessa sofria de efisema pulmonar e tinha problemas respiratórios, segundo a viúva de Lessa, Elizabeth, em entrevisa para a GloboNews.

Filho do também escritor Orígenes Lessa, Ivan foi editor e um dos primeiros colaboradores de “O Pasquim”, famoso pela oposição feita ao governo da ditadura militar, ao lado de Paulo Francis e Millôr Fernandes.

Foi a convite de Paulo Francis que Ivan Lessa começou a trabalhar com jornalismo. Em 1959, ele deixou o emprego em uma empresa de publicidade e se tornou redator na extinta revista Senhor.

Em 1978, o escritor deixou o Brasil para se radicar na capital britânica em 1978 e se tornou colaborador da BBC.

Da Inglaterra, Ivan Lessa passou a colaborar com o Caderno 2, editoria de cultura do jornal O Estado de S. Paulo. As colunas semanais do jornalista foram publicadas pelo jornal de outubro de 1992 a meados de 1993.

Ivan também trabalhou para a TV Globo e colaborou com os jornais Folha de S. Paulo e Jornal do Brasil e teve três livros publicados: Garotos da Fuzarca (1986), Ivan Vê o Mundo (1999) e O Luar e a Rainha (2005).

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 5 =

ao topo