Assange pede que EUA parem com ‘caça às bruxas’ e agradece ao Equador

LONDRES (AFP) – Em sua primeira aparição pública desde março, Julian Assange, refugiado há dois meses na embaixada equatoriana em Londres, pediu aos Estados Unidos que parem com a ‘caça às bruxas’ contra o WikiLeaks e agradeceu ao Equador por sua “coragem”.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo