Knut Hamsun

“Após 15 anos aos sacões, entre a insuspeita qualidade da obra do Nobel da Literatura de 1920 e a sua confirmada ligação ao nazismo no seu ocupado país natal, abriu finalmente o Centro Hamsun, pólo das homenagens com que a Noruega lembra os 150 anos do nascimento do autor. Por entre gritos de protestos judaicos”.

aqui

ao topo