Lanterna na Proa

“O TEOREMA DA FEIRA”

Por Tácito Costa

Recebi agora à tarde aqui no trabalho, em primeiríssima mão, o novo livro do poeta Lívio Oliveira, “O Teorema da Feira”, que será lançado na próxima terça-feira, dia 04, a partir das 19 horas, na Livraria Saraiva – Midway.

Trata-se de uma edição do autor, com coordenação editorial do produtor cultural José Correia Torres Neto. O livro ficou muito bonito, a foto que reproduz a capa não dá a dimensão do trabalho.  A maioria dos poemas, segundo o próprio Lívio, foi publicada no SP. Vários foram burilados até chegar ao formato impresso.

O poeta dedica agradecimentos especiais ao editor do SP, “pela paciência de ter acolhido alguns dos meus escritos”, e ao poeta Jarbas Martins, “pela convivência e lições poéticas”. De minha parte, não há o que agradecer, o SP é uma via de mão dupla, ajuda e é ajudado por todos.

Em meu nome e em nome do poeta, sintam-se convidados para o lançamento de “O Teorema da Feira”. A festa promete – rs.

Comments

There are 14 comments for this article
  1. Alex de Souza 27 de Novembro de 2012 18:46

    maldigo todos os livreiros potiguares que adoram agendar seus lançamentos pro meio da semana!

    Lívio, abração, sucesso – e depois eu pego meu autógrafo!

  2. Lívio Oliveira 27 de Novembro de 2012 18:53

    Amigo Tácito, obrigado por tudo. Todos estão convidadíssimos. Só corrijo o dia: é na terça-feira, não na quinta. Abraços.

  3. Lívio Oliveira 27 de Novembro de 2012 19:16

    Valeu, Lecão!

  4. Gustavo de Castro 27 de Novembro de 2012 19:42

    Lívio, sua poesia é de respeito! Longa vida ao poeta!

  5. Alice N. 27 de Novembro de 2012 20:13

    Eu vou!
    Acho…

  6. Jarbas Martins 28 de Novembro de 2012 8:48

    Agora… não sei o que fazer.Eu já tinha prometido ao amigo João Faustino (companheiro de lutas no movimento estudantil) que iria amanhã ao lançamento do seu livro de memórias. Se for, não poderei ir ao do poeta Lívio, pois terça e quinta são os dias que dedico totalmente à Universidade: aulas, orientação de alunos, participação em bancas etc.Acho que o Alex de Souza tem razão.

  7. Jarbas Martins 28 de Novembro de 2012 9:58

    Ainda vou falar muito da poesia de Lívio Oliveira, uma das mais fortes (juntamente com a de Jota Mombaça) desta segunda década do. século XXI. Devo ao SUBSTANTIVO PLURAL ( leia-se Tácito Costa) o conhecimento destas feras.Da poesia deste bardo do Barro Vermelho já extraí poemas antológicos e touchstones como este:

    estou mudo agora.
    mudo, tudo fora.
    mudo, mundo dentro.
    não sei até quando
    a mudez será sempre.
    sei que a mudez,
    às vezes,
    é medo do tempo,
    uivos do vento.

  8. Lívio Oliveira
    Lívio Oliveira 28 de Novembro de 2012 13:51

    A festa vai ser massa! Principalmente, se el pueblo unido del Substantivo Plural tiver por lá. Bora lá, turminha boa! Ergueremos um brinde aos presentes e aos ausentes…todos, toddynhos!

  9. edjane linhares 28 de Novembro de 2012 17:59

    Um brinde a você, Lívio. Tem coisas boas no Teorema. Abraços.

  10. Lívio Oliveira
    Lívio Oliveira 29 de Novembro de 2012 8:00

    Tim-tim.

  11. Aldo Lopes de Araújo 29 de Novembro de 2012 18:25

    Grande Lívio.

    Grande título.

    Tô dentro.

    Lívio é um excelente poeta, companheiro de prêmio da finada Capitania das Artes.
    Eu com o “Câmara Cascudo” e ele com o “Othoniel Meneses”. Vamos todos ao lançamento!

  12. Jarbas Martins 30 de Novembro de 2012 7:39

    TEOREMA DA FEIRA é o melhor livro de poesia publicado este ano no Rio Grande do Norte.Uma revelação pra mim.

  13. Lívio Oliveira
    Lívio Oliveira 30 de Novembro de 2012 12:05

    Oooops! Brigadim!

  14. Jarbas Martins 30 de Novembro de 2012 13:09

    MISTO CÓDICE, de Paulo de Tarso Correia de Melo, foi outro importante lançamento na área poética.. Falo somente da poesia que me tem chegado às mãos através do livro. Os poemas, não publicados em livro (na internet, DVD etc.), por exemplo, têm também me chamado a atenção. Tanto que alguns deles vão para uma antologia que estou organizando. E no Youtube? E, afinal, tudo termina em Youtube como disse Augusto de Campos ? Tudo termina em livro como dizia Mallarmé ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP