Leitura

De Woden Madruga, em sua coluna na Tribuna do Norte:

“Se o amigo (amiga) está pensando num bom livro para ler hoje, amanhã, sempre, passe na livraria e pegue No teu deserto, de Miguel Souza Tavares, Companhia das Letras. O autor, português da melhor cepa, chama-o de “quase romance”. Não tem importância. Poderia ser até uma novela. Mas é romance, sim. Na verdade é uma bela história de amor entre um homem e uma mulher. Um aventura encantadora pelo deserto do Saara, depois de percorrer caminhos de Portugal, Espanha, atravessar o Estreito de Gibraltar, chegar à África, Argélia. História escrita por quem é craque na arte de escrever. No ofício de ser escritor.

Miguel Souza Tavares é o mesmo autor de Equador, um grande romance, também de Rio das flores (boa parte da trama passada no Brasil), seu segundo romance, mas que não bate com o primeiro, e de livros de crônicas, entre eles o Não te deixarei morrer, David Crocckett. São os que li. O gajo é ainda jornalista e faz televisão.

Depois de o amigo (a) ler No teu deserto ( o livro também pode ser rotulado com diário de viagem ou mesmo cartas a quatro mãos), marcaremos um encontro no terraço das “Duas Marias” e pediríamos ao Guerreiro um bom tinto do Alentejo, amaciando a conversa.”

Go to TOP