Ler Antonio Cândido

Tácito e amigos:

O post com a entrevista de Antono Candido está incompleto. Não consegui ter acesso ao jornal onde a entrevista foi originalmente publicada.
Antonio Cândido é uma referência clássica no Brasil, mesmo quando não concordamos com seus juízos críticos. Antes de publicar o livro “Formação da Literatura brasileira”, ele escreveu críticas na Imprensa recepcionando as primeiras edições de Graciliano Ramos, Clarice Lispector, João Guimarães Rosa… Foi também um dos animadores da importante revista “Clima”. Vale a pena lembrar que seu método foi retomado pelos historiadores da vida privada que evitaram o termo “Brasil colonial”, preferindo “América portuguesa” e justificaram que não havia um “Brasil” naquele período.
Ao menos até fins dos anos 60, Antonio Cândido comentou na Imprensa tendências em andamento na produção literária brasileira – em 1967, publicou análise das letras de canções apresentadas no Festival da Record, como “Alegria, alegria”!. E saudou o nascimento da ADUSP (Associação dos docentes da USP) como uma conquista de intelectuais que vivem de seu trabalho.
Abraços:

*********

Marcos,
Acessei agora o texto sem problemas. Não sei dizer porque não deu certo com você. De qualquer modo o link segue abaixo (Jornal Zero Hora, de Porto Alegre).

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?section=Estilo%20de%20Vida&newsID=a2695722.xml

Go to TOP