[LIVRO] “Almanaque do Heavy Metal Potiguar – 1985 até 1999”, de Daniel Bernardo

O livro é o início de uma catalogação das bandas que fizeram (e fazem) parte do undeground potiguar, em formato de e-book. Porém, é um trabalho modular atualizado anualmente pelo autor a partir do surgimento de novas bandas e correções ou acréscimo de informações já existentes.

“Infelizmente, esqueci de algumas bandas, do qual só soube, depois do fechamento do e-book, a existência delas, além de algumas outras que eu não tive a confirmação das informações e preferi não colocar”, diz Daniel Bernardo.

LEIA AQUI “Almanaque do Heavy Metal Potiguar – 1985 até 1999”

Algumas das principais bandas seguem em atividade, como o Terrozone, o Deadly Fate e o Expose Your Hate. “Para o primeiro volume, foquei na linha do tempo anterior à minha geração, ou seja, antes de 1999. Tal período é de suma importância, pois foi a primeira geração de entusiastas do estilo no estado potiguar e, por isso, o ponto de partida ocorreu em dois momentos de 1985: o Festival da Mocidade, que teve como um dos organizadores
João Dias (em conjunto com a empresa na qual era sócio: Via Linear Eventos) e a banda Serpentários, que foi possivelmente a primeira banda de heavy metal fundada logo após o festival e que tempo depois mudou para o nome Sodoma”, confirma o autor no prefácio do livro.

Daniel “Dose” Bernardo é bacharel em ciências da computação, onde atuou por quase 12 anos como analista de suporte. Hoje é editor de vídeos. Ele frequenta a cena underground desde os 17 anos.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo