Livro, filosofia e Lost


Sou meio avesso a seriados. Se forem americanos, a coisa piora. Mas fui convencido a assistir Lost e fiquei, lamentavelmente, viciado.

Eis que no momento em que nós, os viciados nos preparamos para assistir a última temporada do seriado, a Editora BestSeller (www.record.com.br) lança no Brasil o livro que desvenda os segredos da misteriosa ilha do pacifico sob um ponto de vista diferente: o filosófico.

Em A Filosofia de Lost, o professor da Universidade Católica de Milão Simone Regazzoni analisa os personagens, simbolismos e as questões abordadas neste polêmico programa TV.

O que Kant, Platão e Foucault teriam a dizer sobre as metáforas e fatos apresentados pelos sobreviventes do vôo Oceanic 815?

Fiquei bem curioso para ler o livro, posto que também adoro filosofia – resquícios do curso incompleto que fiz na UFRN. A Filosofia de Lost acaba de sair da gráfica da Ed. BestSeller e chega às livrarias esta semana.


Sou meio avesso a seriados. Se forem americanos, a coisa piora. Mas fui convencido a assistir Lost e fiquei, lamentavelmente, viciado.

Eis que no momento em que nós, os viciados nos preparamos para assistir a última temporada do seriado, a Editora BestSeller (www.record.com.br) lança no Brasil o livro que desvenda os segredos da misteriosa ilha do pacifico sob um ponto de vista diferente: o filosófico.

Em A Filosofia de Lost, o professor da Universidade Católica de Milão Simone Regazzoni analisa os personagens, simbolismos e as questões abordadas neste polêmico programa TV.

O que Kant, Platão e Foucault teriam a dizer sobre as metáforas e fatos apresentados pelos sobreviventes do vôo Oceanic 815?

Fiquei bem curioso para ler o livro, posto que também adoro filosofia – resquícios do curso incompleto que fiz na UFRN. A Filosofia de Lost acaba de sair da gráfica da Ed. BestSeller e chega às livrarias esta semana.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP