Livro questiona uso do Google

Lançado recentemente nos Estados Unidos, o livro Googled: The End of the World As We Know It traça um panorama que envolve os dirigentes de todos os grupos de mídia da América do Norte. O colunista da revista The New Yorker, Ken Auletta comprovou que a maioria desses empresários está infeliz com o que o Google se tornou.

No volume, eles afirmam que o site é voraz e possui ambições gigantescas. É também muito rico e convencido, e ganha muito dinheiro a partir do conteúdo de outros. Um importante executivo da mídia, que não quis se identificar, apoiou a posição de Auletta durante a Conferência Google Zeitgeist (2007), em Hertfordshire, na Inglaterra, e sussurrou uma questão retórica em seu ouvido: “Qual é o valor real, ele gostaria de saber, que o Google produzia para a sociedade?”.

Referindo-se aos fundadores do Google, Sergey Brin e Larry Page, Auletta diz que eles não são homens de negócios frios, mas engenheiros frios. O jornalista ainda ressalta que os fundadores e muitos desses executivos dividem um entusiasmo para digitalizar livros, mas não o têm para lê-los. O autor mostra por que os mundos das mídias “nova” e “velha” frequentemente comunicam-se como se fossem habitantes de planetas diferentes. O exemplar ainda não possui edição brasileira.

(Folha Online)

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP