Maestro italiano leva o Prêmio Príncipe das Astúrias das Artes

DA EFE, EM OVIEDO (ESPANHA)
VIA FSP

O maestro italiano Riccardo Muti, que durante quase 20 anos esteve à frente da Orquestra Filarmônica della Scala de Milão, foi agraciado nesta quarta-feira com o Prêmio Príncipe de Astúrias das Artes 2011, informaram à Agência Efe fontes da Fundação que concede os prêmios.

Muti, nascido em 1941 em Nápoles, já havia sido candidato em várias ocasiões e na edição passada chegou como finalista vencida na votação do júri pelo escultor americano Richard Serra.

Este importante músico e compositor, atualmente diretor da Sinfônica de Chicago, já esteve à frente da Filarmônica de Londres e da Orquestra da Filadélfia, mas desenvolveu a maior parte de sua carreira na Scala de Milão, de cuja orquestra foi titular de 1986 a 2005.

Ao todo, nesta edição, foram apresentadas 35 candidaturas de 18 países, entre as quais a dançarina cubana Alicia Alonso, o conjunto musical argentino Les Luthiers, o grupo britânico Monty Python, o designer francês Philippe Starck e o arquiteto japonês Toyo Ito.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo