Mais estranho que a ficção?

Como poucos, Salinger soube manter em torno de si essa aura artística que envolve os grandes nomes da cultura.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo