Mario Vargas Llosa

Por Martha Medeiros

Ontem fui assistir à palestra de Mario Vargas Llosa na auditório (lotado!) da Reitoria da UFRGS, aqui em Porto Alegre, dentro do projeto Fronteiras do Pensamento. A parte mais emocionante da noite foi quando ele entrou no palco. Todo o público se levantou para aplaudí-lo. Me senti honrada de estar na presença de um homem que escreve tão bem e que se posiciona igualmente bem sobre os mais diversos assuntos. O primeiro livro que li dele foi Batismo de Fogo, e isso faz meio século, mais ou menos. Lembro quase nada do livro, apenas que foi uma leitura arrebatadora para a estudante que eu era na época. Se fosse para indicar um livro hoje, indicaria Travessuras da Menina Má.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =

ao topo