Mark Zuckerberg – ou a vitória do nerd

Por Rodrigo Levino e Renata Honorato

Criador do Facebook, site de relacionamentos que hoje congrega 500 milhões de pessoas, e dono, com apenas 26 anos, de uma fortuna estimada em 7 bilhões de dólares, o americano Mark Zuckerberg tornou-se, em 2010, algo mais que um prodígio dos negócios e da tecnologia. Recontada no filme A Rede Social, sua história alcançou pessoas que, de outra maneira, não prestariam atenção a ela, e ganhou aquele verniz peculiar que as artes, e o cinema em especial, são capazes de conferir a um personagem. No lugar de outras figuras do Vale do Silício, como Larry Page e Serge Brin, os fundadores do Google, agora é Zuckerberg quem representa a “geração 2.0”, aquela que molda a internet e tem sua vida moldada por ela. Ele se transformou num ícone – positivo para alguns, infame para outros.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =

ao topo