meia noite com chuva em Paris

“Não sou culto; diversão é uma cerveja”
Woody Allen

TC,

não concordando com quase tudo que voce escreveu sobre a meia noite com chuva em Paris; Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris) de Woody Allen. Belíssimo filme. (um filme para pessoas apaixonadas pelas mulheres como voce ). Chorei. Esqueci a bolsa na sala de cinema. Malditos celulares e suas luzes na hora da seção.

Não gostei muito do ator que faz o papel do escritor americano (Owen Wilson). Sua melhor atuação e um dos grandes momentos do filme , é na galeria de arte explicando um quadro de Picasso. As mulheres estão maravilhosas. Se tem medo da morte não escreve bem. Um tour por Paris. Um não se quê de tirania parisiense. Um não sei quê de uma tirania do prazer. Porra, pq só Paris?

Viena tb foi maravilhosa na passagem do século Se pudesse escolher escolheria essa cidade. A nostalgia de um tempo passado amofina.
Meu tempo é hoje, como diz Paulinho da Viola.

Paris nem sempre é uma festa. Cidade que também segrega. Cidade alvo de muitos

Achei caricatos alguns escritores. O filme tem no seu roteiro a sua maior qualidade. Paris já é um cenário eterno.

Cole Porter é demais. A saída da Shakespeare and Company ( livraria que lançou o Ulisses , de Joyce ) me fez lembrar, mas esperava uma fala sobre essa importante livraria

Os cafés. A chuva, Viajei.

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 1 =

ao topo