Melancolia marca menino prodígio

Autor de “Padre Cícero – Poder, Fé e Guerra no Sertão” , o escritor e jornalista Lira Neto escreveu um perfil sobre Frederic Chopin. Leia o texto.

“Tirem seus chapéus, senhores; ele é um gênio”. Foi assim que, em um célebre artigo, o compositor alemão Robert Schumman referiu-se a Frederic Franciszek Chopin, então um jovem polonês de apenas 20 anos, tuberculoso e muito tímido, que resolvera trocar a provinciana Varsóvia pelas luzes da sofisticada Paris. O elogio derramado de Schumann não era à toa. Nascido em 22 de fevereiro 1810, na pequena cidade polonesa de Zelazowa Wola, Frederic Franciszek revelou-se um menino prodígio ao compor e executar publicamente sua primeira obra musical aos oito anos de idade.

aqui

ao topo