Metafísica do pensamento

Por José Saddok

O voo nasce no espaço;

Na ação que o instinto opõe à lucidez,

como um enigma

misteriosamente transparente,

feito de asas e nudez.

Nele o espírito solitário se liberta,

deixa cair sua máscara,

e encontra o que lhe convém e o define:

a arte da ação e o repouso da arte.

No voo, o lugar não é ocupado pela forma,

mas pelo tempo,

e tudo se reduz a seu elemento,

e nada é demasiado longe,

mas eterno.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + 18 =

ao topo