Michael Jackson e o espelho

Publicado originalmente em Macário Campos
Este era um assunto que já tinha esquecido, mas a notícia de mais uma bizarrice da família do cantor me fez pensar sobre sua figura e influência em seus fãs.

Porque um ídolo mundial esta previamente absolvido de seus crimes, o que o fez pensar que o roubo da infância e da inocência de uma criança pode ser corrigido com dinheiro.

Várias pessoas me disseram que os casos a que ele respondeu nos tribunais, e depois tiveram as queixas retiradas, teriam sido chantagem, ora, só é chantageado e cede a elas, é quem cometeu alguma falta e não quer vê-las expostas.

Nunca dei muita importância à mudança de cor e fisionomia, até sua morte, então pensei que a pessoa só se desfigura quando não consegue se ver no espelho.

O que é que MJ via? Talvez o monstro dentro dele, o ser humano abominável, com graves distorções emocionais, que o levavam às atitudes condenáveis.

Pensava ele que mudando suas feições deixaria de ver a estranha criatura que vivia dentro dele? Não funcionou, pois sua alma é que era doente, e as várias operações plásticas não mudaram isto.

O desejo de não crescer, Síndrome de Peter Pan, era simplesmente o medo de ter que assumir a responsabilidade por seus atos.

Admiro a obra, deploro o artista. Que ele seja lembrado somente por suas músicas.

Comentários

There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =

ao topo