Michelangelo – 447 anos de morte

Hoje se completam 447 anos da morte de Michelangelo Buonarroti (Caprese, 6 de Março de 1475 — Roma, 18 de Fevereiro de 1564). A meu ver, Buonarroti foi o maior artista de todos os tempos. Por tal razão, não gostaria de deixar passar a data sem uma simples lembrança acerca do gênio.

Trouxe esse pequeno texto, para cumprir tal desiderato:

No início do ano de 2010 tive a oportunidade de ver – com os meus próprios e assombrados olhos – a magnífica estátua em mármore de David, obra colossal (5,17 m – cinco metros e dezessete centímetros) realizada pelo gênio renascentista de Michelangelo Buonarroti (Caprese, 6 de março de 1475 — Roma, 18 de fevereiro de 1564), e que se encontra na Galleria dell’Accademia, em Florença.

Em Florença vi, ainda, na Galleria degli Uffizi, a Sagrada Família (Tondo Doni), pintada por Buonarroti.

Vi, em outros momentos dessa minha peculiar pesquisa artístico-afetiva, a Pietà e o teto da Capela Sistina (Vaticano), além de Os Escravos (Museu do Louvre, Paris).

Todas – desnecessário dizer – são obras geniais do mesmo insuperável artista italiano e universal.

A partir daquela verdadeira epifania estética realmente transformadora, estabeleci algumas convicções íntimas que só se acabarão quando eu já não estiver caminhando sobre este planetinha besta.

Buonarroti me ensinou muito…

Advogado público e escritor/poeta. Membro da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + 15 =

ao topo