Minha mensagem a todos do SP:

Pela primeira vez ouvi meu silêncio,
o que o mundo tinha a me dizer.
Algo como uma música vinda de um altar imóvel
onde um anjo nu olhava o céu e o desejava como cobertor.
O Universo – que muitos chamam de céu – comporta tudo isso,
pois o que pensamos existir pode ser apenas um sonho,
como um presente de Natal que damos a uma criancinha pobre.

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − seis =

ao topo