Moore & Stone

moore

“Ídolos dizem muito de um homem. Seus vilões também. Se analisados sob esse prisma revelador, os diretores norte-americanos Michael Moore e Oliver Stone teriam poucas semelhanças além do ponto de partida documental que alimenta o cinema de cada um. Quis o destino, ou quem sabe a persistência, que seus filmes mais recentes pudessem ser confrontados com poucas horas de separação sob um ambiente favorável tanto à mera badalação como ao debate. Mas foi o primeiro tom que se firmou no Festival de Veneza quando Stone promoveu seu personagem eleito para o documentário South of the Border. Uma promoção não apenas sacramentada no filme, mas também ao vivo, quando o presidente venezuelano Hugo Chávez fez uma chegada digna de movie star, descendo de helicóptero, não de barco, como é praxe na ilha do Lido, que sedia o evento.”

aqui

Go to TOP