Morre Chico Anysio, um mestre do humor brasileiro

Comediante de 80 anos estava internado desde dezembro em hospital do Rio.

aqui

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem
  1. Tácito Costa 23 de março de 2012 17:33

    O título da reportagem resume a trajetória desse excepcional humorista. São tantos os personagens antológicos, “Painho”, “Bozó”, “Coalhada”, “Prof. Raimundo”, ‘Alberto Roberto”, “Bento Carneiro”… confesso não saber dizer de qual deles eu gostava mais.

  2. Lívio Oliveira 23 de março de 2012 17:02

    Medo nenhum de afirmar que foi um dos maiores comediantes do mundo. Vão dizer que exagero, mas a coleção de personagens riquíssimos que criou o colocou no mesmo time de um Chaplin. Sempre pensei assim.

  3. Jóis Alberto 23 de março de 2012 16:57

    Eu era criança, no início dos anos 70, quando assisti aos primeiros programas com Chico Anysio, já na Globo, acho que no programa “Balança mas não cai”, com o quadro da Escolinha do Professor Raimundo. À época, final de 1970, eu, que sou natalense, havia acabado de chegar ao Rio de Janeiro, onde morei com a minha família até 78, quando retornamos a Natal. Depois, na adolescência, continuei curtindo o humor de Chico Anysio, no programa “Chico City”. Nos últimos meses da vida dele, no “Zorra Total”, com a personagem Salomé, já não achava engraçado como em décadas passadas. Mas ainda assim gostava de ver esse grande artista, já octogenário, porque isso ocorreu há poucos meses, em apresentações de muito talento, até os últimos momentos da sua vida, nos palcos e estúdios de TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo