Morreu Seu Bandeira

Foto: Aldair Dantas/Tribuna do Norte

Grande figura humana, um encadernador de livros que resistia a tudo em sua luta e digna labuta lá no Alto da Castanha, Rocas. Um ” cabra-das-rocas”, de boa índole e trabalhador. Muito merecedor dos nossos parabéns.Boa parte de minha biblioteca foi trabalhada amorosamente por suas mãos. Sou-lhe grato. Eternamente grato. Seu Bandeira faleceu (recebi a triste notícia de um de seus filhos, que me ligou agora cedo). E está sendo velado no Alecrim. Vida eterna, longe deste vale de lágrimas que temos por aqui, meu amigo Bandeira!

Leia mais aqui

Advogado público e escritor/poeta. Membro da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras. [ Ver todos os artigos ]

Comments

There are 2 comments for this article
  1. Lívio Oliveira
    Lívio Oliveira 15 de Julho de 2012 12:01

    Seu Bandeira foi um dos poucos homens que conheci que realmente amava os livros, mesmo não tendo “estudos” profundos e nem sendo doutor ou pós-doutor em porcaria nenhuma. Fez pela história e memória da literatura do RN mais do que muito picareta e vanguardista plantonista por aí. Se a Academia de Letras do RN servisse melhor ao seu desiderato, o seu velório teria sido lá e não num centro de velório incrustado no Alecrim, onde cheguei após uns trinta minutos perdido e perturbado num sábado labiríntico. Esse homem, por sua simples sabedoria e pela sua paixão, valia por dezenas, centenas, milhares, milhões de intelectuais potiguares. E ainda há tempo de ser homenageado. O que digo e a minha revolta só espelham o que venho sentindo quanto a perdas múltiplas que andamos experimentando nos últimos tempos. Perdemos a memória??? Há muito tempo!!! E estou cansado…

  2. Rejane 16 de Julho de 2012 22:41

    Um homem que me emocionou várias vezes,com o seu grande amor aos livros ao recebê-los bem desgastados pelo tempo e com bastante zelo os transformava!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP