Moscas

ontem, eu vi uma mosca
voando com outra mosca.

nunca tinha visto uma mosca
com outra mosca voar.

parecia que estavam a sós.
mas só pareciam!

eram duas moscas tão parecidas
que nem pareciam moscas.

mas eram moscas

quem voaria com uma mosca
se não outra mosca?

é por isso que uma é mosca
e mais de uma são moscas

hoje eu matei…
matei quantas moscas.

Sou artista visual, fiz várias exposições individuais e coletivas, já participei de salões, palestras, seminários, whorshop, projetos culturais, oficinas de arte, intervenções urbana e etc... Escrevi um livro de poemas "Agonia" que é mais pessoal que poético e gosto do portugues escrito de forma simples onde pessoas com menos formação acadêmica tenham condição de ler e entender. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 19 comentários para esta postagem
  1. Anchieta Rolim 23 de agosto de 2012 21:03

    João David meu irmão, só agora vi seu comentário. Um abraço!

  2. João David 2 de julho de 2012 8:21

    Moscas, abelhas, andorinhas todos voam atravéz das diversas dimensões, às vezes, moscas se transformam em abelhas e vão voando por aí, espalhando doce mel. Valeu meu amigo artisto co caralho mosca, abelha, doce, fel, mel.

  3. Anchieta Rolim 20 de junho de 2012 13:29

    J. de Paiva, já estás matando meu amigo. Apenas não percebestes.

  4. José de Paiva 18 de junho de 2012 12:41

    amigo, também preciso matar algumas moscas

  5. Anchieta Rolim 18 de junho de 2012 9:43

    Valeu Denise. Abração!

  6. Denise 17 de junho de 2012 23:54

    Danclads comentou tão bem que só restou agora parabenizar-te pelo poema, Anchieta. Que venham outros assim tão drummonianos.

  7. Anchieta Rolim 16 de junho de 2012 23:46

    Junior, você foi na mosca. Rita, obrigado, que bom que gostou.

  8. Anchieta Rolim 16 de junho de 2012 20:25

    Poeta Jarbas Martins,obrigado pelo comentário.

  9. Anchieta Rolim 16 de junho de 2012 17:36

    Amigo Danglads, muito obrigado pela força. Valeu mesmo!

  10. Jarbas Martins 16 de junho de 2012 17:13

    Já disse uma vez e repito: Poeta !

  11. Anchieta Rolim 16 de junho de 2012 10:49

    Obrigado! Victor, também gosto da sua maneira de escrever. Abraço!

  12. Junior di Guerreiro 16 de junho de 2012 10:30

    Era um político, talvez 2 políticos escondidos num só, mas como um político não vive sem o outro, chega a confundir que seja 1 só. Mais todos são iguais que as vezes pensamos que é um só, cachoeiras, cuecas, maletas, propinas, mensalões e precatórios. E assim as Moscas vão voando, sem se preocupar com as sujeiras que pousam, pois sabem que ali tem ingredientes nutritivos para suprir e saciar sua fome; fome de poder, de riqueza, de luxúria e o povo que se dane com suas asas cortadas, sem poder voar para perseguir o alimento daquela Mosca.

  13. Profa. Rita de Cássia 16 de junho de 2012 9:32

    Poema maravilhoso de um grande poeta potiguar.

  14. Danclads Lins de Andrade 16 de junho de 2012 8:53

    Caro Anchieta, este poema seu “Moscas” tem a percepção acurada que a mim lembrou a mesma percepção acurada que teve Drummond quando escreveu “No meio do caminho” e que ao mesmo tempo tem uma camuflagem tornando quase insuspeita esta percepção.

    Maravilha, Anchieta!!!

  15. Vitor Lima 15 de junho de 2012 13:54

    Parabéns, Anchieta! Você sempre escreve poemas incríveis.

  16. Anchieta Rolim 15 de junho de 2012 13:39

    Exatamente! Ednar, a camuflagem é perfeita…Nem parecem moscas mas são! Forte abraço.

  17. Anchieta Rolim 15 de junho de 2012 13:35

    Valeu! Minha Ranne, você é massa. Um beijão!

  18. Ednar Andrade 15 de junho de 2012 11:14

    eram duas moscas tão parecidas
    que nem pareciam moscas.

    mas eram moscas

    quem voaria com uma mosca
    se não outra mosca?

    ( ? )

    Hahahaaa!! Abraço querido!

  19. Ranne Ribeiro 15 de junho de 2012 10:41

    Adoro ver o crescimento de alguns artistas, acho pessoalmente excitante… A mudança em sua forma de escrever Rolim tem sido para mim no mínimo intrigante, desafiadora e inteligente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo