Mostra Vaqueiros Tradicionais do Seridó

Por Rosilene Pereira

Fragmentos de uma Tradição retrata o vaqueiro contemporâneo

A importância do vaqueiro para o sertão potiguar é ímpar: sua presença foi responsável pelo avanço da pecuária na região no século passado, atividade que praticamente sustentou na terra quem lá vivia nessa época.

Agregado a isso está a forte presença de toda a tradição vaqueira: suas vestimentas, seus instrumentos, o modo e de se mover do vaqueiro, suas cantigas – aboios – e outras heranças culturais.

Localizada na região do Seridó, a cidade de Acari (RN) concentra algumas dezenas de remanescentes desses homens. Possui flora e fauna típicas de caatinga, com singularidades construídas nesse cenário onde o vaqueiro flana, majestoso por sua natureza.

E foi lá o cenário dos cliques da exposição Fragmentos de uma Tradição – Vaqueiros Tradicionais do Seridó, organizado pelo coletivo Byreçá Foto Potiguar. São fragmentos do primeiro projeto da série Ensaios Potiguares de Fotografia, encabeçado pelos fotógrafos Alex Fernandes e Pablo Pinheiro que viveram por cerca de um ano, entre idas e vindas à Acari, pesquisas, vivências e ensaios, convivendo e captando o cotidiano dos vaqueiros tradicionais.

Dizem os fotógrafos sobre a importância do objeto de pesquisa: “não está só no registro fotográfico, mas na paixão pelo assunto, que apesar de envolver um tesouro nacional, de riqueza inestimável, não parece ter o crédito e o espaço que mereceria na mídia ou na vida acadêmica”. Eles acreditam que parte desta lacuna deve-se à escassez de registros e de catalogação de qualidade do trabalho e da vida vaqueira.

Para o coletivo “as fotos manifestam um grito de existência de quem somos, da terra que construímos, das influências diretas ou indiretas do que hoje nos embala como a construção de uma contemporaneidade”. O cenário da exposição também foi pensado no sentido de aumentar essa percepção possibilitando que o público entre no espaço com total propriedade do campo proposto entre a representação e a realidade, mas cientes que nosso corpo coletivo é escrito com muitas singularidades. A mostra tem curadoria de Ricardo Junqueira.

SERVIÇO

Vaqueiros Tradicionais do Seridó

Coletivo Byreçá Foto Potiguar

Solar Bela Vista (Av. Junqueira Aires, 417, Cidade Alta, Natal/RN)

De 09 a 25 de agosto

De 8hs às 12hs e das 14hs às 18hs, de segunda a sexta

Mais informações: Alex Fernandes (9991-8762 / 8885-0997 – contato@alexfernandes.com.br) e Pablo Pinheiro (9999-9111 – contato@pablopinheiro.com.br)

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo