Múltiplas loucuras

João da Mata:

Gosto da poesia de Gullar, não gosto das crônicas que ele publica na FSP nem dos argumentos que usa sobre internamento de loucos – todavia compreensíveis como parte de vivências difíceis.

Na época, dialoguei com vc e outros colegas do SP sobre esse assunto, prefiro não retomar os mesmos argumentos de então. Quero apenas lembrar que a maioria dos loucos não faz isso e que a dificuldade para contratar enfermeiros particulares é de natureza exclusivamente financeira. Com salário mínimo de R$ 510 (!!!!!!!!!!!!!!!), não dá sequer para pagar aluguel, comida e transporte. Tem um poema de Mário de Andrade sobre casar quando os aluguéis caírem de preço. Quando o trabalho humano subir de preço, dará pra contratar enfermeiro, em caso de necessidade. Vamos batalhar desde já para que subam?

Concluindo: Rimbaud tinha razão – temos que exigir o impossível porque o possível é o que está aí.
Abraços com gritos de VIVA A DIVERSIDADE DE PENSAMENTO:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

ao topo