O mundo das letras diz não ao golpe

Participei da redação e assino o Manifesto de Escritoras, Escritores e Artistas pela Democracia, publicado aqui no Substantivo Plural. O Manifesto é parte de uma iniciativa que sugeri a amigas, amigos e colegas escritores e artistas que aceitaram na hora entrar na dança. Eis todas as informações:

Sábado, 16 de abril, a partir das 17:00 acontece na Livraria Nobel Salgado Filho, em Natal, o evento: “2016 não é 1964, a história não se repetirá – Escritorxs e Artistas pela Democracia, contra o Golpe”.

No encontro, uma mesa de escritoras e escritoras vai debater a situação política atual do Brasil e, logo após, ocorrerá um sarau de poemas, contos, crônicas e trechos de obras teatrais que têm como fio condutor amplo a defesa da liberdade e a denúncia do autoritarismo. Haverá também exposições de obras de artistas visuais sobre o mesmo tema. No final, será lançado o “Manifesto de Escritoras, Escritores e Artistas pela Democracia”, contando com as assinaturas de pessoas do mundo das letras comprometidas com a defesa da legalidade democrática contra a tentativa de golpe de estado em curso.

A entrada é gratuita e qualquer pessoa que vai poder levar obras literárias de sua autoria ou de autoria de terceiros para serem compartilhadas no encontro.

Confirme presença e compartilhe o evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1110983238954174/

Assista os vídeos de degustação de como vai ser o encontro:

– Vídeo 1, chamada com trecho de conto de Antonino Condorelli: https://youtu.be/_dfE0OtKP4k

– Vídeo 2, chamada com poema de Alex Polari: https://youtu.be/29xtsBwJScs

– Vídeo 3, chamada com poema de Ferreira Gullar: https://youtu.be/rEDfC1ve5fY

#NãoVaiTerGolpe: vai ter literatura e arte! Junte-se a nós!

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP