Muniz Sodré: ‘A Biblioteca Nacional se reinventou’

Há cinco anos no comando da Fundação Biblioteca Nacional, o escritor e intelectual baiano Muniz Sodré garante que a instituição soube se reinventar em seus 200 anos de existência e se lançou definitivamente no mundo digital.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =

ao topo