Murilo Mendes

“Na “microdefinição do autor” que o poeta mineiro Murilo Mendes (1901-1975) escreveu em 1970, confessava estar constantemente bêbado de literatura, arte e religião, suas maiores paixões, ao passo que era “imbêbado de política, economia, tecnologia” – tinha declarada desconfiança quanto ao poder transformador do que não fosse arte e mistério”.

aqui

Go to TOP