Museu Câmara Cascudo precisa de sua ajuda até domingo (20)

Fotografia: Canindé Soares

O Museu Câmara Cascudo corre contra o tempo. Faltam poucos dias para o encerramento da campanha de financiamento coletivo “José Costa Leite para sempre” e ainda é preciso arrecadar parte dos recursos para que o projeto seja financiado.

O projeto prevê a compra e a digitalização de todas as peças e a divulgação do acervo pela internet. No começo da tarde de sexta-feira (11), ainda faltavam pouco mais de 20 mil reais. O valor equivale a cerca de 20 por cento da meta total de R$ 121 mil e, de acordo com as regras do edital, se o valor não for atingido, a ideia não sai do papel.

A campanha começou no final do mês de novembro e conseguiu o apoio de quase 200 benfeitores. A arrecadação segue aberta até o dia 20 de dezembro no site benfeitoria.com/josecostaleite

Cada doador será recompensado duplamente: primeiro, com a aquisição das mais de seiscentas matrizes de xilogravura de José Costa Leite, artista paraibano, radicado em Pernambuco e considerado um dos mais antigos poetas e ilustradores ainda em atividade.

José Costa Leite nasceu em 1927, em Sapé (PB), e é considerado autor da mais extensa obra e cordel, publicado tanto no Brasil, como no exterior.

Costa Leite tem 93 anos e mora na cidade de Condado, bem perto da divisa com o estado da Paraíba. As matrizes de madeira guardam a história da própria arte, mas ficam armazenadas de forma precária em caixas de papelão.

A outra recompensa vem em forma de presentes para guardar um pouco da arte de José Costa Leite. As recompensas variam de acordo com o valor da doação, mas podem ser bottons, camisetas, ecobags, ou até xilogravuras inéditas do artista.

A campanha foi selecionada no edital Matchfunding BNDES+ 2020, do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A última etapa da seleção é o financiamento coletivo de pessoas ou empresas através do site Benfeitoria. Para cada um real doado no portal, o banco público entra com mais dois reais.

Até o dia 20 dezembro, se o valor mínimo não for alcançado, o dinheiro é devolvido aos participantes. Os valores para doação vão de R$ 10 a R$ 5 mil, podem ser feitas por cartão de crédito ou boleto bancário e ainda podem ser parceladas em até seis vezes.

Agora, em seu aniversário de 60 anos, o Museu Câmara Cascudo quer celebrar o talento do artista paraibano e preservar seu acervo de matrizes.

A proposta do projeto é compartilhar a sensibilidade e a imaginação de José Costa Leite com todos os que ainda não tiveram o prazer de conhecê-lo. O material passa a fazer parte de exposições e publicações sobre a arte da xilogravura dirigidas a públicos cada vez mais amplos e diversificados.

Para participar:
benfeitoria.com/josecostaleite
Até 20 de dezembro

Para compartilhar:
instagram.com/mccufrn
www.mcc.ufrn.br

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo