Mutantes, a banda mais superestimada da história

Por Marcelo Moreira

Um é pouco, mas sempre será mais do que zero. Muita gente usa essa máxima como argumento para justificar a existência ou gosto por alguma coisa. Se não tem coisa melhor, vai esse mesmo, segundo dizem por aí.

aqui

Comentários

Há 10 comentários para esta postagem
  1. caio 9 de fevereiro de 2012 18:02

    Beatles e stones são as bandas mais superestimadas da historia, qualquer um ver isto, as pessoas jogam a importancia historica delas como se não ouvesse nada a mais nas suas épocas.

  2. Jarbas Martins 17 de maio de 2011 18:25

    esse comment do carito.

  3. Jota Mombaça 17 de maio de 2011 17:25

    adoro carito.

  4. Alex de Souza 16 de maio de 2011 23:26

    Até concordo que a trajetória da banda foi irregular, como disse Marcos, mas dizer que a carreira solo de Rita foi superior a tudo que os outros fizeram, como quer esse carinha, é de lascar. Só o Lóki barra qualquer outro disco de rock gravado no Brasil – e boa parte dos feitos no resto do mundo.

  5. João da Mata 16 de maio de 2011 21:56

    Panis Et Circenses

    Gil e Cae
    ……

    Mas as pessoas da sala de jantar
    Essas pessoas da sala de jantar
    São as pessoas da sala de jantar
    Mas as pessoas da sala de jantar
    São ocupadas em nascer e morrer…

    Para mim umas das maiores bandas de rock do Brasil de sempre com e s/ Rita; Com ela, melhor!

  6. Marcos Silva 16 de maio de 2011 18:37

    Crítica é necessáio sempre. Precisa dizer coisa com coisa. Os Mutantes têm um início excelente (dois primeiros discos), uma queda fulminante (a partir do quarto disco), agrvada com a saída de Rita.
    Agora: o leitor desse texto aí é o mais subestimado do mundo.

  7. Isaac 16 de maio de 2011 16:15

    Talvez até mais, Alex. A maior concentração de babaquice por pixels do mês… do ano…

  8. carito 16 de maio de 2011 15:19

    poty crê, duralex!!! assassino embaixo!!! daibo é dez, homi?!!!

  9. Eugênio 16 de maio de 2011 15:18

    A internet é um saco. Saco furado, sem fundo, onde cabe tudo, principalmente gente do tipo desse carinha aí, que faz um texto raso como um pires. Texto Troll, mas nada. Se ao menos tivesse alguma substância.

  10. Alex de Souza 16 de maio de 2011 12:59

    a maior concentração de babaquice por centímetro quadrado – ou de pixels se preferirem – da semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo