Nabokov e Machado têm muito em comum

Por Brian Boyd
ESPECIAL PARA A FOLHA

Fiquei sabendo do grande romancista brasileiro Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908) pelo entusiasmo que [o escritor americano] John Barth nutria por ele e comprei uma série de seus romances em 1975, antes de trocar Barth por Nabokov como tema de minha tese de doutorado.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo