Nabuco do futuro

“O centenário da morte de Joaquim Nabuco tem originado muitos artigos e reportagens em nossa imprensa. Em quase todas as matérias, o destaque se faz ao papel de homem liberal, personagem olímpico, ilustrado, de Quincas, o belo. Nas breves menções às idéias mais radicais de Nabuco, tem-se pulado rápido para o conceito de “homem complexo”, que pode ser manipulado à direita, à esquerda ou não, como um texto bíblico”. Urariano Mota

aqui

ao topo