NATAL

Desenho: Carlos Lima

Maria da Paz Ribeiro Dantas

Eis que o infante
fruta
inesperada de algum passado
renasce em teu sangue.

Por ele te entregas
à escuta:
recados, percorridos mangues
desmoronados quintais de tempo.

Deus, teu ex-passado
ei-lo agora imune
ao roubo e ao rombo dos vermes
corroendo
o Instante.

Comentários

There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − onze =

ao topo