Nelson, o ex-covarde

nelson“O maior dramaturgo da história do país foi também seu maior ensaísta e um dos principais intérpretes da sociedade brasileira, talvez o melhor da segunda metade do século 20. Em suas “confissões”, crônicas de jornal publicadas entre o final dos anos 60 e início dos 70, aparece “uma das melhores expressões literárias de diagnóstico do nosso tempo”. “Para ombrear com ele, no Brasil, talvez apenas Carlos Drummond de Andrade na poesia.”

As afirmações aparecem em “Inteligência com Dor – Nelson Rodrigues Ensaísta”, de Luís Augusto Fischer, crítico literário e professor na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. ” Rafael Cariello Paulo

aqui

Go to TOP