NINANDO SONHOS

Oreny Júnior

desde menino
nino
palavras
embaladoras
de sonhos
afugento fantasmas
semeio sílabas
jogo-as pro ar
assim
“de afoito”
com as que caem
junto
em quebra cabeça
nesse
labirinto
emaranhado
mundo
da poesia

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo