Nino Rota

Este mês faz 100 anos do nascimento de Nino Rota, o genial compositor de tantas trilhas memoráveis (vários filmes de Fellini, de O Chefão etc). Fernando Monteiro aproveitou o gancho para falar não apenas de Rota, mas de outros importantes autores de trilhas para cinema O texto saiu na revista Continente e está disponível online apenas os primeiros parágrafos. Na segunda-feira será publicado na íntegra no SP. Essa parte do artigo que está na net pode ser lida aqui

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem
  1. Fernando Monteiro 4 de dezembro de 2011 11:53

    Lívio amigo:

    Somos dois a reverenciar o Nino — e mais o mundo inteiro.
    Na segunda-feira, o texto (que aborda a obra de outros mestres da música para o cinema) também inteiro…

    Bom domingo!

  2. Lívio Oliveira 4 de dezembro de 2011 7:05

    Nino rota: um dos meus ícones. Um nome lendário. Tácito, uma correção: são 100 anos do nascimento, não da morte. Monteiro, parabéns pela lembrança e pelo texto rico. Quero ler tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo