Nísia Floresta Brasileira Augusta

Afinal, já decidiram se Nisia e Zila são nossas

Grande e Augusto Natal,

Fosse outro país estava levantando monumentos e louvando a história dessa educadora, escritora, feminista e poetisa brasileira nascida na zona rural de Papari, na bela Nísia Floresta – onde vamos comer camarão, estado do RN. Brasileira? sim. Norteriograndense? sim.

Todos os grandes países procuram seus filhos ilustres para poder louvá-los. Aqui nós os expulsamos, vivos e mortos.

Nísia nasceu pertinho de Natal.

A poeta Zila Mamede nasceu na Paraíba e viveu no RN. Amou esse estado e fez o melhor trabalho já feito em honra de seu filho mais ilustre: Luis da Câmara Cascudo.

Cheirou esse estado e namorou suas praias, becos e gentes. A biblioteca da UFRN chama-se Biblioteca Central Zila Mamede. Zila é parte da nossa cultura, assim como outros grandes nordestinos paraibanos, pernambucanos, etc. São muitos os nossos artistas vindos de outros estados e que aqui ficaram, casaram se amigaram e viveram felizes.

A invenção no nordeste, diz o nosso colega historiador Durval, é coisa recente. Um dia desses pertencíamos a Pernambuco. Essa divisão é besta. Quero todos eles para mim.

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 7 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − oito =

ao topo