No Facebook

TC

Demorou. Como sempre sou um dos últimos a aderir às novidades da Internet. Quando já anunciam o fim do Twitter (aqui), criado outro dia, é que chego ao Facebook, que também daqui a pouco deverá ser substituído por outra coisa. O tempo da web, em definitivo, é outro. No Facebook, tal qual Dante, espero ser guiado pelo poeta de longo curso Jarbas Martins, que segundo me contaram, é o chefão por lá. Na realidade, resisti ao Facebook porque não gostei do Orkut (na minha cabeça, são iguais ou muito parecidos), onde fiquei por cerca de um ano, achei muito sem futuro e encerrei a conta. Se o Faceboook for igual eu caio fora, vou logo avisando – rs – no máximo em seis meses.

Comentários

Há 7 comentários para esta postagem
  1. Anne Guimarães 28 de julho de 2011 8:16

    Rsrsrs, campanha: Sentimos falta de Lívio!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Meu amigo vinho… que ficou de trazer fotos da Casa de Neruda em Isla Negra, lugar que todos nós deveríamos estar reunidos um dia, amigos pluralistas. E falando em reunião, Marcos Silva (meu menino) tá chegando…em setembro ou outubro, vamos pro nosso segundo encontro, agora completo com ele e Jarbas dessa vez, espero. Bem, adoro vocẽs e que sempre estejamos em clima de amor por aqui.
    Beijos poéticos, com alegria azul.

    “”A falta de amor é um grau de imbecilidade,
    porque o amor é a perfeição da consciência.”

    Rabindranath Tagore

    🙂

  2. Ednar Andrade 27 de julho de 2011 20:03

    Sim, Jarbas querido, oportuna e persistente… Onde andará Lívio, amigo Jarbas? Ainda estará no deserto de Atacama? Só sei que nada sei. Mas, sentimos saudades dele aqui,né amigo?

    Atenção,Lívio: dê sinal de vida. Câmbio! Aguardo. Rs…

    Abraço quentinho, Jarbas.

    PS: Para Anne: Lilás, amiga, only tu para me fazer pensar na volta. Vou tentar. Estou tentando, tentando… Acho que vou voltar,só para ficarmos todos mais conectados no calor deste abraço virtual.

  3. Jarbas Martins 27 de julho de 2011 10:38

    oportuna pergunta, Ednar querida.onde anda Lívio ?

  4. Jarbas Martins 27 de julho de 2011 10:35

    falou e disse bem, querida Anne. bjs.

  5. Anne Guimarães 27 de julho de 2011 10:22

    Tácito, queridooooooo….
    Fico feliz que você também esteja no Face.. e espero que ao contrário da sua experiência com orkut, permaneça mais de um ano lá… rsrsrs. Dessa vez vou discordar da minha Ednar anil, poeta e amiga que amo… Amigo, se você souber gerenciar direitinho não terá contratempos… demorei a aprender e até resisiti usar, mas hoje acho super bacana… e assim como mestre Jarbas, descubro mundos por lá… poesia a flor d’alma e sonhos comuns florescendo em solos áridos também. Como tudo na internet, tem coisas boas e ruins, mas a sua página é o seu lugar… Eu, amante das artes em geral, sempre me surpreeendo e me encanto com as postagens dos outros, troco informações e compartilho afeto todo tempo. Para muitos o facebook é um local para encontrar amigos, para mim também tem essa função, mas mais do que isso… é um espaço onde aprendo e celebro a vida em todos os tons. PS: Ednar… estou esperando você…que tanto tem para compartilhar, doçura e sonhos azuis.
    Um beijo n’alma, Tácito!!!!!!!!!!!!

  6. Ednar Andrade 26 de julho de 2011 23:23

    Rsrsrs… Vou logo avisando,também, não vais gostar nada. Fiz para encontrar Zanoni – nosso amigo comum – mas, perdi completamente a paz…Rs…. Encontrava em minha página, diariamente, inúmeros comentários de pessoas que nunca vi, solicitações sem fim para alguém ser adicionado ou alguém dizia aceitei seu convite, sem eu nunca ter convidado.

    Tu vais aguentar? Assim, como tu, também abandonei o orkut, só falta deletar, coisa que não fiz por não ter arranjado tempo de salvar as imagens.

    PS: Abraço querido amigo. Morrendo de saudades. Eu e Danclads estivemos viajando. Vamos combinar: e por falar em saudade: onde anda Lívio? onde anda Da Mata? Onde anda Denise, Edjane? Todos enfim… Ouvi dizer que Marcos vai chegar. Isso é motivo para comemorar.

    Beijos, querido.

  7. Jarbas Martins 26 de julho de 2011 15:16

    Vai encontrar muita gente boa, que se encontra lá, mesmo a contragosto, como nosso amigo Fernando Monteiro,Tácito.Outros, anarco-romãnticos como eu, aproveitam a farra enquanto dure.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo