Nota aberta da Secretaria Extraordinária de Cultura (Secultrn/FJA)

(a respeito da Carta Aberta dos Grupos de Teatro do Rio Grande do Norte)

“Em reunião realizada no dia 19 de setembro de 2011 representantes dos grupos de teatro apresentaram à Secretaria Extraordinária de Cultura do RN e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA), respostas às propostas feitas pela secretária Isaura Rosado, em reunião anterior, realizada no dia 26 de agosto de 2011.

Naquela reunião, os grupos de teatro convidados pela Secultrn/FJA foram informados que na projeção de pagamento dos débitos dos R$ 8 milhões da gestão anterior já foram liquidados R$ 3 milhões. Naquela ocasião, eles também foram informados que o Governo RN vai priorizar o pagamento das ações já executadas do setor, no que concerne aos: Auto de Santana, em Caicó (no valor de R$ 249 mil), o Festival Agosto de Teatro (R$ R$ 160 mil) e o Auto de São João, em Assu (R$ 139 mil).

Ainda na reunião de agosto, a secretária Isaura Rosado solicitou aos grupos de teatro que, no Edital Chico Vila de Circulação (12 grupos beneficiados, no valor de R$ 131 mil) e o Prêmio Lula Medeiros de Teatro de Rua (10 grupos beneficiados no valor de R$ 88 mil), fossem feitas alterações no objeto de ambos, para sintonizar com os objetivos do atual Governo da seguinte maneira: cada grupo premiado lideraria junto aos bairros de Natal e interior a celebração do ciclo natalino, envolvendo manifestações existentes nos bairros. Sendo assim, a proposta também ampliaria o número de grupos envolvidos nos dois processos de 22 para 40, e os valores de 219 mil reais subiriam para R$ 800 mil. Proposta não aceita pelos representantes dos grupos.

No encontro mais recente no início desta semana, os representantes das artes cênicas entregaram ainda à secretária uma proposta de política cultural para o segmento. Documento ainda não analisado em sua totalidade. Porém, Isaura Rosado deixou clara a disposição da Secultrn/FJA em manter o diálogo com todas as classes artísticas, incluindo-se a dos fazedores de Artes Cênicas do Estado e se mostrou simpática e sensível às propostas apresentadas, afirmando aos presentes que seu intuito era trabalhar em conjunto e em sintonia”.

Assessoria de Comunicação da Secretaria Extraordinária de Cultura e FJA (Secultrn)

Jornalista, com passagem por várias redações de Natal. Atualmente trabalha na UFPB, como editor de publicações. Também é pesquisador de HQs e participa da editora Marca de Fantasia, especializada em livros sobre o tema. Publicou os livros “Moacy Cirne: Paixão e Sedução nos Quadrinhos” (Sebo Vermelho) e “Moacy Cirne: O gênio criativo dos quadrinhos” (Marsupial – reedição revista e ampliada), além de várias antologias de artigos científicos e contos literários. É pai de Helena e Ulisses. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo